Mesmo se as estrelas começassem a cair…

Tem dias em que precisamos chorar, deixar fluir em lágrimas a dor que nos comprime o coração… assim, as emoções contidas se dissipam e a alma, lavada, mais leve, pode sorrir de novo…
Tem dias em que precisamos lutar, deixar pra trás nossas angústias e medos e enfrentarmos a batalha da vida… sem contudo, esquecer, que a vida é feita de muitas batalhas e que, vitorioso não é aquele que vence todas as batalhas a qualquer preço, mas o que sabe reerguer-se, com honra, após a derrota e que sabe lutar com respeito ao seu adversário…
Tem dias em que precisamos sorrir, extravasar alegria, expandir o espírito sem medo de ser feliz… porém, nem só de sorrisos é feita a vida, e há que se saber conter o riso, mantendo a serenidade em todos os momentos que atravessamos…
Tem dias que precisamos amar de forma profunda, de um jeito sem jeito, entregando o coração… entretanto, saber amar e se amar faz-se necessário, do contrário, confundiremos amor e egoísmo e sofreremos as angústias decorrentes de nossa falta de amor próprio, ante os inevitáveis afastamentos dos objetos do nosso amor… o verdadeiro amor liberta, nada pede, tudo doa sem nada esperar em troca…
Tem dias que precisamos pensar, escrever, expor idéias, dialogar… mas é preciso saber calar e ouvir, para que aprendamos a conviver com nosso semelhante e respeitar seu direito à liberdade de pensamento…
Tem dias que precisamos ter fé, buscar essa força extra que nos redime, nos encoraje, nos dê força para suportar as dificuldades da vida… sem ela, seremos vulneráveis as intempéries, as dificuldades e as pedras do caminho, necessárias ao nosso aprimoramento moral…
Tem dias em que precisamos ser consolados, buscamos um abraço amigo, um afago, uma palavra de carinho… se não encontramos braços que nos abracem, mãos que nos afaguem, que sejamos nós os que abracem e afaguem a outros que, como nós, buscam essas energias curadoras…
Todo dia Deus nos lembra que somos necessários a tantos quantos precisem do mesmo que nós.
*************************************************************************************
É. O Manual do Guerreido da Luz – v. pessoal do Yuri continua aumentando.
Hoje o dia é de serenidade contemplativa. Ouvindo um marejar interno, que canta em suas ondas canções de glórias passadas e batalhas dignas. Estou com Highlander na cabeça, hoje.
E paz no coração.
Beijo nas almas de todos vocês.
Música do dia: Legião Urbana – Angra dos Reis
URBANA LEGIO OMNIA VINCITI!
Anúncios

Publicado por: Yuri Peixoto

Mineiro, RPGista, headbanguer, casado, pai de família e amante de gatos, Yuri é um louco apaixonado pelo que faz. Atualmente reside em Cuiabá, com sua família, e sua coleção de CDs e livros.

Categorias Todas1 comentário

Um comentário sobre “Mesmo se as estrelas começassem a cair…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s