Até o ano que vem!!!

Pois é!
Não voltarei aqui até terça-feira, dia 03 de Janeiro. Quatro dias de folga, e várias coisas para fazer neles. Um ano que se finda, e um novo ciclo que se inicia, como a eterna dança de morte e renascimento, expressando o mito da Fênix até mesmo em nossas células, quanto mais em nossa psique, em nossos sonhos (legal lembrar de sonhos após iniciar a leitura de Changeling).

Então, falando em Changeling, conversei ontem com minha cara amiga Flávia, essa garota tão querida, que vai estar saindo de viagem esse final de semana, e retornando apenas quando o findar de Janeiro se aproximar. Vou sentir saudades dela, mas é bom que ela descanse, respire um ar novo, conheça uma magia vital diferente… pois a vida se perde em meio à mesmice, e a monotonia da rotina agride até mesmo a mais ferrenha das almas.

Eu pretendo aproveitar bem estes dias. Ler o Changeling e o Shining Host. Tirar mais algumas dúvidas com meu querido velho barbudo, Senhor Ed Greenwood, sobre um certo lich e sua coleção de monstros (ei! Esta área é restrita! Nada pra se ver aqui, jogadores… circulando, circulando…).Estreitar alguns laços. Ei, olha que legal! Acabaram de vir me avisar que segunda-feira não terei folga… hehehe… sabia que estava comemorando cedo demais… 🙂

Então, meus caros… deixo a vocês meus sinceros votos de um feliz 2006! Repleto de mais harmonia, mais equilíbrio, mais amor… só quero tudo de bom… seja pra mim, seja para vocês. Me despeço de 2005 com um velho brinde:

“Aos amigos ausentes, amores perdidos, aos Deuses Mortoes, e à Estação das Brumas! E à nós. Que cada um de nós dê ao diabo aquilo que ele merece.”

Sandman – Estação das Brumas

E, só pra “variar um pouco”, aí vai mais um pouco do meu momento metal:


Segue abaixo texto de Hansi Kürsch:

“Uma mensagem de sinal de vida apenas para que vocês saibam que o natal está chegando e nós ainda não terminamos as gravações. Mas a boa notícia sobre o álbum é: nós ainda estamos no calendário. Enquanto estivermos falando sobre a produção de um álbum do Blind Guardian a descrição de “no calendário” pode ser um pouco esticada (manipulada?), contudo, nós não o fizemos, mas poderíamos. Existe apenas uma pequena quantidade de guitarras, que precisam ser completadas, algum baixo, muitos vocais e ainda mais mixagem. Nós temos até o fim de fevereiro para terminar.

Eu sinto muito que nós não tenhamos sido capazes de envolvê-los mais até agora, mas nós estamos tão focados no álbum, que fica difícil achar tempo até para comer. Eu me tornei um magro bonito nesses dias. Prometo fornecer algumas fotos do estúdio assim que o novo ano tenha início.

Oh, sobre single mencionado meses atrás: Nós o terminamos e gostaríamos de lhes dar algumas informações sobre ele, apenas as importantes, e claro, as verdadeiras:

Ele terá três canções:

1 – Fly
2 – Skalds And Shadows
3 – In a Gadda Da Vida

Fly é um título um pouco surpreendente para uma canção do Blind Guardian, alguém poderia pensar. Mas ele se encaixa muito, muito bem no contesto da letra. A canção é sobre inspirações e como elas podem influenciar sua arte, sua vida e a das pessoas. Eu fui inspirado pelo filme “Finding Neverland” quando estava fazendo as letras. A música é maravilhosa. Ela descreve precisamente como nós olhamos para a música e como nos vemos como músicos. Nós adoramos explorar e assimilar. Ainda que a canção seja diferente, ainda é puro Blind Guardian. Eu, pessoalmente, a considero entre as melhores canções que já fizemos. Ela é nova! Ela é fresca! Quer vocês gostem ou não, terão que admitir que nunca ouviram algo assim antes. Nem do Blind Guardian, nem de outra banda nesse planeta. Tem mais….

A versão acústica de “Skalds and Shadows” se situa completamente na tradição de músicas como “The Bard’s Song” e “A Past and Future Secret”. Charlie [Bauerfeind, produtor] e Frederik [Ehmke, baterista] vieram com um arranjo de percussão muito legal e também Frederik tocou maravilhosas melodias de flauta nela.
Nós estamos muito felizes com o resultado e trabalhamos em uma versão orquestrada no momento, que provavelmente fará parte do álbum. Essa versão mais pura do single aparecerá apenas no single. A palavra “skald” é provavelmente pouco comum, mas é nada mais do que uma antiga descrição nórdica para bardos. A maior parte dos poemas nórdicos dos Edda foram inventados por Skalds e eles também mantiveram vivas essas histórias viajando e contando-as para outras pessoas. Eu, como fã do “Die Nibelugen” e dos trabalhos do Tolkien, fiquei muito entusiasmado com a “Saga of Volsung”, que a canção, liricamente, em partes, se aproxima – bem como a missão do contador de histórias.

Como provavelmente muitos de vocês imaginam, “In A Gadda Da Vidda” é uma cover do hit da banda Iron Butterfly. Embora nós gostemos de stoner music – nós ousamos em torna-la uma moderna melodia speed metal. Essa canção, claro, aparecerá apenas no single.

Para completar o assunto sobre o single: A arte da capa foi feita por Anthony Clarkson. Ele fez um grande trabalho. O tema é muito Blind Guardian. Eu tenho certeza que você irão amá-la.

O que mais posso contar a vocês? Nós ainda não decidimos o título do álbum, Devido ao problema das letras, eu estou tendo muitas idéias em volta da palavra “mito”, mas isso não significa necessariamente que será usada no título. Existem dois títulos que são fortes em minha opinião: “A Twist In The Myth” e “Boderline Myth”. Nenhum deles deve ser visto como confirmado. Às vezes você acorda e apenas sabe: esse é o título que será usado. Na maioria das vezes isso é uma questão da inspiração certa…

Nós sabemos de sua discussão sobre o possível estilo que escolhemos para o novo álbum e eu apenas gostaria de evidenciar o que vem a frente: Nós não negamos nossas
raízes, mas ao mesmo tempo nós não daremos um passo para trás e nós não temos a intenção de ficar onde estivemos com o último álbum. O álbum terá 11 músicas fortes, as quais diferem muito umas das outras. Terá heavy metal, terá mais metal rock’n’roll, terá mais metal progressivo, terá mais metal intenso, mas nada além disso! Nós não nos vendemos.

O Single lhes dará uma idéia de como as canções no álbum serão diferentes umas das outras. Para explorar e inventar algo novo – essa é a vibração!”

Fonte: Blind Guardian Web

Happy New Metal Year to All!!!!!!

Anúncios

Publicado por: Yuri Peixoto

Mineiro, RPGista, headbanguer, casado, pai de família e amante de gatos, Yuri é um louco apaixonado pelo que faz. Atualmente reside em Cuiabá, com sua família, e sua coleção de CDs e livros.

Categorias Todas1 comentário

Um comentário sobre “Até o ano que vem!!!”

  1. É isso aí sas-mula irmão!! um diferente ano novo para nós, melhor, mais cheio de tudo oq é bom.
    E, lembre-se: This songs of hobbits, dwarves and man and elves.

    You can see them too.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s